Kate Middleton deu um relato esclarecedor e sincero sobre sua experiência como mãe: a duquesa de Cambridge participou do podcast “Happy Mum Happy Baby” (“Mãe feliz, bebê feliz”, em tradução do inglês). Nele, a mãe de George, de 6 anos, Charlotte, de 4, e Louis, de quase 2 anos – cujo crescimento impressionou em fotos recentes – listou suas preferência nos cuidados com os herdeiros e também os momentos mais desafiadores. A hiperêmese gravídica, síndrome que ocasiona mais enjoos, foi um dos assuntos abordados. “Não fui das grávidas mais felizes. Muita gente tem isso de forma até pior, mas foi um desafio. Não só para mim, mas para quem estava a minha volta. William não podia fazer muita coisa para ajudar, e é difícil para todos verem uma pessoa amada sofrer sem poder fazer nada”, disse sobre a condição que acometeu Tatá Werneck na gravidez de Clara Maria.

KATE AVALIA FOTOS AO DEIXAR HOSPITAL: ‘ATERRORIZANTE, NÃO VOU MENTIR’

Outra questão abordada pela inglesa foi a tradição de tirar fotos ao deixar a maternidade, deixada de lado por Meghan Markle no nascimento de Archie. “Foi um pouco aterrorizante, não vou mentir”, analisou a duquesa, explicando que manteve as fotos nas outras gestações em consideração ao carinho que sentia do público. “Todo mundo tinha sido tão solidário e William e eu estávamos conscientes de que isso era algo que todos estavam entusiasmados, e somos muito gratos pelo apoio que o público nos mostrou e, na verdade, para que compartilhe que a alegria e a apreciação do público eram igualmente importantes”, indicou Kate, fã assumida da moda sustentável. “Mas, igualmente, foi associado a um bebê recém-nascido e a pais inexperientes e à incerteza sobre o que isso continha. Então havia todo tipo de emoções misturadas”, ponderou.

BRINCADEIRAS AO AR LIVRE SÃO INCENTIVADAS: ‘SOU APAIXONADA’

Entusiasta da conexão dos filhos com a natureza, a mulher de William explicou que tal ponto se relaciona diretamente com a sua própria criação. “Tive uma avó incrível que nos dedicou muito do seu tempo, a brincar conosco, a fazer trabalhos manuais, a nos levar à estufa para fazer jardinagem e a cozinhar conosco. Quando éramos pequenos, passávamos muito tempo ao ar livre, e é algo pelo qual sou realmente apaixonada”, relembrou. A duquesa ainda indicou as vantagens das brincadeiras ao ar livre e com acesso restrito à tecnologia. “Eu acho que é ótimo para o bem-estar físico e mental e para criar bases [de desenvolvimento]. É um ótimo ambiente ao qual dedicar tempo, construir relacionamentos de qualidade sem as distrações de ‘preciso de cozinhar’ ou ‘preciso de fazer isto'”, afirmou.

Fonte: https://www.purepeople.com.br/noticia/kate-middleton-abre-jogo-sobre-maternidade-na-realeza-e-doenca-na-gravidez-aterrorizante_a287761/1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *